Os jovens de Nomadelfia concluíram sua jornada de pesquisa e discernimento por sua vida no Santuário de Nossa Senhora de Loreto.

Se Cristo nos chama para viver como irmãos, por que não devemos aceitar ser capazes de realmente percebê-lo? Então, 30 jovens partiram no final de agosto, acompanhado por um padre e uma mãe, para ouvir a vontade de Deus.

Partiram de Roma, do mosteiro beneditino de Subiaco, passaram do santuário da Santíssima Trindade para Vallepietra, para continuar em direção a Tagliacozzo. Parando primeiro em Rigopiano e depois no santuário de San Gabriele dell'Addolorata, eles finalmente chegaram a Loreto, onde tiveram a graça de poder celebrar a Santa Missa entre aqueles muros que viam Maria quando criança e, acima de tudo, ouviram sua resposta. ao Senhor, que através do anjo Gabriel pediu que ela o recebesse para realizar seu projeto de redenção da humanidade. "Esses dias de caminhada, tanto físicos quanto espirituais, foram todos uma preparação para o encontro com Maria, para reviver com ela seu" sim "ao chamado de Deus, o" sim "de uma menina que mudou a história", conte aos jovens cheios de alegria.

Ao longo da jornada, eles foram recebidos de maneira especial, podendo tocar a beleza da fraternidade e compartilhar, experimentando o cansaço da jornada, mas também a beleza de conquistar a meta. Ouvindo a leitura do Evangelho da Anunciação, eles se deixam questionar pela Palavra sobre o mistério da Encarnação, que pede a cada homem disponibilidade e abertura para aceitar a palavra de Deus.

"Este caminho - que produz frutos no silêncio e na vida cotidiana - encheu-nos de alegria, de esperança de desejo de dar resposta ao amor de Deus ”.