O bem é sempre novo, sempre fresco. É importante na vida cotidiana saber como vê-lo, apreciá-lo e compreendê-lo como presente.

Esta frase do evangelho de Mateus que o bispo de Rimini Mons. Francesco Lambiasi, pode seja o resumo do mês de apostolado de verão passado em Romagna de 20 de julho a 21 de agosto de 2019. Ao levar uma proposta de vida fraterna às praças de várias cidades durante a noite, os filhos e pais de Nomadelfia se sentiram chamados não apenas a dar uma mensagem evangélica ao povo, mas também a acolher os muitos sinais e presentes que deram vida à presença do senhor.

Um desses presentes certamente foi a fraternidade viveu intensamente no cotidiano do acampamento - este ano, nas instalações da escola Alessandro Serpieri, em Viserba - que viu jovens e idosos colaborando em turnos de serviço, organizando viagens e momentos de lazer, preparando as noites.

Houve momentos de lazer e recreação, como as horas passadas no mar e no parque aquático de Riccione, as viagens pelas montanhas até as sugestivas cachoeiras de Acquacheta e a caminhada até o Monte Sasso Simone, uma boa oportunidade para passar dias imersos na natureza, no silêncio da Criação, andando refrescar e admirar as maravilhas circundantes.

Também houve momentos fortes da escola com visitas à "Itália em miniatura" e "Casa Pascoli", às cidades de San Marino, Rimini e Ravenna, lugares ricos em história e beleza artística.

Também carregado com significado encontros com realidades da vida comunitária, diferentes da nossa, mas próximas no espírito de fé e elevação do homem e de sua dignidade, como a comunidade de San Patrignano, o Papa João XXIII e a paróquia de Viserba.

Não podemos esquecer também as muitas pessoas que estiveram próximas a nós com oração, colaboração e acima de tudo com sua amizade e com quem foi criado um verdadeiro relacionamento de irmandade.

"Não se acostume a ver o bem", recorda São João Calábria e "Coisas bonitas são feitas primeiro e depois pensadas", disse Don Oreste Benzi.

Esse é o desejo de transmitir aos outros através de uma vida alegre, porque encontramos Cristo e, como Dom Zeno nos diz: “Se nos comportamos porque há Cristo conosco, então é o Espírito Santo que está conosco e nos ilumina. e o que fazemos e o que dizemos certamente se torna maná do céu, isto é, o Espírito que entra no povo ”.